Pesquisadores discutem bioeconomia durante evento científico em Macapá

A 16ª Semana Nacional de Ciência e Tecnologia (SNCT) iniciou nesta segunda-feira, 21, no Centro Profissional de Música Walkiria Lima, em Macapá. A cerimonia teve a participação de centenas de pessoas, incluindo alunos, professores e pesquisadores amapaenses.

“Bioeconomia: Diversidade e Riqueza para o Desenvolvimento Sustentável” é o tema da SNCT 2019, que teve como palestrante o professor da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), Márcio Ferrari. O professor destacou as potencialidades do Amapá e as oportunidades internacionais sobre a temática.

“A bioeconomia e o bionegócio são temas extremamente importantes para o Brasil e para o desenvolvimento do Amapá. A Amazônia é a protagonista da bioeconomia e nós temos muitas perspectivas dentro das cadeias produtivas já estabelecidas aqui no Estado, identificando dentro delas onde podemos criar novos negócios”, ressaltou o pesquisador.

Durante a palestra “Desenvolvimento de bionegócios a partir de pesquisas científicas e inovações, com foco em cadeias produtivas de produtos cosméticos”, vários alunos que já atuam na área puderam esclarecer dúvidas e adquirir novos conhecimentos. É o caso do acadêmico de engenharia florestal da Universidade do Estado do Amapá (Ueap), Ionas Rocha. Ele desenvolve pesquisa em um projeto de iniciação científica com foco no potencial e regeneração de florestas.

“Hoje trabalho com o potencial madeireiro e caracterização estrutural da floresta. Tudo começou há dois anos quando iniciei os estudos sobre a produtividade do açaí e testava tratamentos de como poderia produzir mais. A SNCT traz um tema fundamental, pois trata do desenvolvimento e sustentabilidade através da floresta em pé”, disse o acadêmico.

O secretário de Estado da Ciência e Tecnologia, Rafael Pontes, ressaltou a importância do evento para a divulgação científica.

“A SNCT é um momento importante de culminância do que se produz de ciência e tecnologia em todo o Estado, integrando diversas instituições que apresentam uma gama de atividades. Tudo isso chega a 8 municípios do Amapá, alcançando mais de 5 mil pessoas, para que possamos consolidar a popularização da ciência, tecnologia e inovação com um tema bastante importante”, enfatizou Pontes.

A SNCT é realizada nacionalmente pelo Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC). No Amapá, a semana é coordenada pela Secretaria de Estado da Ciência e Tecnologia (Setec), tendo como participantes a Universidade Federal do Amapá (Unifap), Universidade do Estado do Amapá (Ueap), Instituto de Pesquisas Científicas e Tecnológicas do Amapá (Iepa), Instituto de Educação, Ciência e Tecnologia (Ifap), Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa Amapá), Fundação de Amparo à Pesquisa do Amapá (Fapeap), Instituto de Hematologia e Hemoterapia do Amapá (Hemoap), Liga de Empreendedorismo da Unifap, Sebrae Amapá e, o Centro de Gestão da Tecnologia da Informação (Prodap).

Temática

A bioeconomia é o resultado de uma revolução inovativa na área das ciências biológicas, relacionada à invenção, ao desenvolvimento e ao uso de produtos e processos biológicos nas áreas da biotecnologia industrial, saúde humana e produtividade agrícola e pecuária.

PRODAP - Centro de Gestão da Tecnologia da Informação
Rua São José, S/N - Cep: 68900-110, Macapá - AP - (96) 3131-2637 - cotec@prodap.ap.gov.br
Site desenvolvido e hospedado pelo PRODAP - Centro de Gestão da Tecnologia da Informação
2017 - 2019 Licença Creative Commons 3.0 International